11/jan/2018 14h01

Sérgio Mota deixa Vila Nova sem estrear; Felipe Albuquerque explica negociação e descarta Walter

Manhã agitada no Vila Nova. Felipe Albuquerque explicou a saída de Sérgio e negou Walter.

vila nova - 11/jan/2018 14h01

No inicio da madrugada desta quinta-feira (11/1), o Vila Nova anunciou a saída do meio campista Sérgio Mota, antes mesmo de estrear com a camisa colorada. O jogador foi muito cobiçado após disputar a última temporada pelo Luverdense, que se destacou, mesmo com o clube sendo rebaixado.

A liberação do jogador causou um estranhamento por parte dos torcedores e da imprensa, com isso, o diretor de futebol Felipe Albuquerque realizou uma coletiva de imprensa para explicar a situação.

O diretor começou explicando que havia uma clausula, que liberava o jogador mediante uma proposta internacional. O clube fez isso, já que não havia adquirido o direito econômico do atleta, nem pago luva ou adiantamento de salário.

“Ontem a noite informamos a saída do Sérgio (Mota), ele recebeu uma proposta de um clube chinês e como todos dentro do clube já tinham conhecimento, o contrato dele previa uma liberação em caso de proposta internacional. O presidente do conselho, a comissão técnica e o Hemerson Maria, o departamento jurídico, todos sabiam da possiblidade do jogador se ausentar ainda durante a preparação e agora vamos buscar um novo atleta para a posição”, disse o diretor de futebol Felipe Albuquerque.

Segundo Felipe, Sérgio assinou com o Vila Nova mediante a conversa que teve com o mesmo e com o técnico Hemerson Maria. A proposta chinesa, do Zhejiang Yiteng Football Club, teria o salário sete vezes maior do que do clube goiano, irrecusável para o jogador.

Felipe foi questionado se mais algum atleta teria essa clausula e ele prontamente negou, mas disse que alguns atletas possuem uma multa rescisória mais baixa.

“Não tem mais nenhum atleta com essa clausula de proposta internacional, mas existe sim o fato de ter multa mais baixa, pelo fato de não adquirirmos os direitos econômicos dos atletas”, continuou Felipe.

Felipe não escapou das perguntas sobre o atacante Walter, mas descartou a negociação. O diretor avisou que conversou com o Ecival (presidente colorado) e o mesmo havia negado a contratação, por inúmeros fatores.

“A última posição que tive do presidente, foi que a contratação dele (Walter) foi descartada, por inúmeros fatores e que o clube havia desistido do negócio”, finalizou Felipe Albuquerque.

Por: Felipe André