11/jan/2018 09h01

Mulher internada em CAIS aguarda vaga para neurologia

Lidiane de Sousa Ferreira, de 33 anos, está na unidade de Campinas desde domingo.

DESCASO - 11/jan/2018 09h01

Uma mulher de 33 anos está internada no Centro de Atenção Integrada à Saúde (CAIS) de Campinas, desde o último domingo (7/1).

Lidiane de Sousa Ferreira começou a sentir dores na sexta-feira (5/1), e no sábado (6/1), ela esteve na unidade do Cândida de Moraes.

Em entrevista ao Portal Dia Online, a irmã de Lidiane, Luciane de Sousa Ferreira afirmou que na consulta de sábado o médico disse que “não poderia fazer nada por ela”.

Lidiane vem perdendo os movimentos no corpo com o passar dos dias. A irmã conta que ela chegou a cair da cama no domingo, por não conseguir se manter de pé. Com isso, a família a levou para a unidade de Campinas . “Resolvemos trazê-lá pra cá (unidade de Campinas), a médica também não sabia o que fazer, mas resolveu agir diferente, pediu exames e internação. Ela fez os exames, tomografia, exame de urina, de sangue, mas não conseguiu ver nada”, contou Luciane, irmã da paciente.

Desde então Lidiane segue internada na unidade. Luciane chegou a ir na Defensoria Pública e teve a resposta que até as 16h de ontem (10/1) a irmã seria encaminhada para um neurologista.

Nossa equipe permaneceu no Cais por mais de uma hora na tentativa de contato com o diretor da unidade.

Após muito tempo de espera, a equipe foi recebida pela Diretora do Distrito Campinas/Centro, Alessandra Rezende, que não quis gravar entrevista, mas disse que iria solicitar urgência na situação e ver a possibilidade da vaga do neurologista.

Depois que nós mostramos a caso a Secretária Municipal da Saúde informou que a paciente foi encaminhada para o Hospital Alberto Rassi (HGG) na manhã desta quinta-feira (11/1).

Por: Jefferson Santos