11/jan/2018 21h01

Ministério Público vistoria centro de menores infratores

Após visita, promotores afirmam que vistoria enriquecerá as investigações.
CASE - 11/jan/2018 21h01

O Ministério Público Estadual (MP-GO) visitou na tarde desta quinta-feira (11/1) o Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), no Conjunto Vera Cruz I, em Goiânia.

O intuito da visita era inspecionar o local após a fuga de internos que aconteceu na última terça-feira (9/1).

A visita estava marcada para a quarta-feira (10/1), mas devido a uma nova tentativa de fuga, o Ministério Público resolveu cancelar a visita. 

Estiveram presentes na visita de hoje, os promotores Publius Lentulus e Patrícia Otoni, além de membros da Defensoria Pública e do Grupo Executivo de Apoio a Crianças e Adolescentes (GECRIA).

Após a vistoria, o Promotor de Justiça Publius Lentulus falou sobre as deficiências que a unidade apresenta. “As deficiências dentro da entidade vão desde questões físicas ate atendimento socioeducativo que não é feito”, comentou.

Segundo o promotor, além da falta de segurança, faltam servidores, atividades socioeducativas, profissionalizantes, educacionais e de lazer. “Falta segurança, a prova disso é a fuga, o local carece de uma atividade inteligente de segurança. Isso está sendo aferido pelo Ministério Público em um procedimento administrativo em curso junto a Procuradoria Geral de Justiça.

O promotor disse ainda que essa vistoria vai enriquecer as investigações e ajudar no convencimento da área judiciaria.

A promotora Patrícia Otoni, conta que conversou com dois adolescentes e eles relataram que as atividades com os internos está suspensa, além da falta do banho de sol e de àgua. Segundo ela, o MP cobrará melhorias na unidade.

Ainda de acordo com a promotora, a estrutura física na parte de alojamento se encontra razoável, mas na atividade socioeducativa é bem deficitária.

Confira na integra a entrevista dos promotores Publius Lentulus e Patrícia Otoni:

Por: Jefferson Santos