11/jan/2018 21h01

Com primeiro tempo movimentado e “expulsäo” Goiás goleia Sobradinho em jogo treino

Goiás goleou em jogo treino e Hélio dos Anjos aproveitou para fazer diversas mudanças.
jogo treino - 11/jan/2018 21h01

O Goiás realizou na tarde desta quinta-feira (11/1), um jogo treino contra a equipe do Sobradinho-DF no CT Edmo Pinheiro e acabou goleando por 4 a 1, em uma partida que teve dois tempos bem distintos.

O Goiás criou duas boas chances, mas quem abriu o placar foi a equipe visitante. Após jogada pela esquerda, David Duarte ficou pra trás, Mirandinha cruzou e Rangel salvou, a bola acabou voltando pra ele que chutou cruzado e Michel Platini completou para o fundo das redes.

Pouco depois veio o empate. Após cruzamento, o goleiro afastou mal, Carlos Eduardo foi travado, e a bola sobrou pro David Duarte que chutou mascado e a bola ficou oferecida pra Rafinha empatar.

O Sobradinho teve a chance de marcar o segundo. Marcelo Rangel derrubou o adversário dentro da área, mas na cobrança, a bola foi por cima do travessão.

No final da primeira etapa, Rafinha de fora da área marcou um belo gol pra virar a partida.

Houve tempo ainda para uma confusão com a arbitragem. Após bola dividida na lateral, o arbitro sinalizou lateral pra equipe visitante, João Afonso perguntou se o juiz estava cego e acabou expulso. Helio dos Anjos reclamou muito com a arbitragem. Por se tratar de um jogo treino, o próprio árbitro mandou outro jogador entrar no lugar daquele que recebeu o cartão vermelho.

O ritmo na segunda etapa caiu bastante, o Goiás não finalizava, enquanto o Sobradinho praticamente nao fez o goleiro Marcos trabalhar, porém, após rápido contra ataque, Michael tocou para Bambu que cruzou e Viçosa completou para o fundo das redes.

Após cobrança de escanteio, a bola sobrou pra Michael, que fintou o marcador e de fora da área, marcou o quarto do Goiás

O Goiás começou a partida com: Marcelo Rangel; Everton, David Duarte, Fábio Sanches e Jefferson; Joäo Afonso, Leo Sena, Giovanni, Rafinha e Carlos Eduardo; Lucão.

Durante o primeiro tempo além da mudança necessária pela expulsão de João Afonso, Elyeser entrou em seu lugar, Jefferson sofreu um choque no alto e acabou saindo, Maranhão entrou improvisado na lateral esquerda.

A escalação do segundo tempo foi: Marcos; Everton (Saavedra), Raphael Silva, Eduardo Brock e Maranhão; Elyeser, Leo Sena (Pedro Bambu), Rezende, Rafinha (Ricardo Versa), Carlos Eduardo (Michael) e Junior Viçosa.

Por: Felipe André