04/jan/2018 12h01

Justiça determina que presos do semiaberto durmam em casa

A decisão vale por 10 dias e foi um pedido do MPGO e da SEAP.

evitar novas rebeliões - 04/jan/2018 12h01

O juiz substituto Vitor França Dias Oliveira decidiu, nesta quarta-feira (3/1), que os presos do regime semiaberto de Aparecida de Goiânia sejam dispensados de voltar ao presídio para passar a noite.

A norma só vale para presos que estejam trabalhando. O período ordenado é de 10 dias, desde que os reeducandos sejam monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

O pedido foi feito pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e pela Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (SEAP).

A justificativa para o pedido seria o medo de novas rebeliões, assim como a que aconteceu no dia 1º de janeiro, que resultou na morte de nove presos, 14 feridos e quase 250 foragidos.

Parte do galpão onde ficavam os presos ficou totalmente destruída.

Por conta da crise no sistema carcerário, um novo diretor foi nomeado nesta quinta-feira (4/1).

Veja matéria sobre essa nomeação:

Coronel Edson Costa é o novo Diretor-Geral de Administração Penitenciária

Veja algumas imagens do dia da rebelião no semiaberto:

Por: Eurico Rocha