25/dez/2017 07h12

Temer convoca Congresso a aprovar a reforma

Presidente pediu para que País siga a vizinha Argentina e mude as regra para aposentadoria.
temer - 25/dez/2017 07h12

O presidente Michel Temer fez um pronunciamento de Natal neste domingo, 24, e aproveitou para pedir aos parlamentares que votem a favor da reforma da Previdência em 2018. Temer citou o “exemplo” da Argentina, que também modificou as regras para aposentadoria recentemente, e disse ter “convicção” que o mesmo acontecerá no Brasil.

“Quero dizer uma palavra sobre a reforma da Previdência: não é uma questão ideológica ou partidária, é uma questão do futuro do país e para garantir que os aposentados de hoje e os de amanhã possam receber suas pensões”, afirmou em rede nacional. “O nosso país vizinho, a Argentina, num gesto consciente e de união pelo país, deu exemplo e acaba de aprovar a sua reforma. Tenho plena convicção de que os nossos parlamentares darão o seu voto e o seu aval para que isso também aconteça aqui. Tenho certeza que eles não faltarão ao Brasil”, complementou.

No pronunciamento, Temer fez “um balanço” de sua gestão até o momento. Ele disse que 2017 foi um “ano de conquistas importantes e essenciais” para o País. Além disso, rejeitou o populismo, os “milagres” e também “salvadores da pátria”. “Não adotamos modelos populistas, nem escondemos a realidade. Nada de esperar por milagres e contar com salvadores da pátria. É, com esse compromisso, com o olhar totalmente voltado para o que o país quer que as mudanças, as inovações, estão sendo feitas. Em todas as frentes”, explicou.

O presidente procurou enaltecer as mudanças econômicas. Disse que seu governo colocou “a economia em ordem”. “Saímos da recessão e temos as taxas de juros mais baixas dos últimos anos”, afirmou. “O Risco Brasil diminuiu e os investimentos estão de volta. [..] A Inflação está abaixo do piso. A Balança Comercial atingiu um superávit histórico. A Indústria e o Comércio dão sinais claros de revitalização”, argumentou.

Em seguida, Temer admitiu que o desemprego “ainda é grande”, mas procurou enaltecer a reforma Trabalhista antes de defender que está mais barato viver no Brasil. “Nos últimos meses mais de 1 milhão de novos postos de trabalho foram criados. […] Daqui para frente, com a Reforma Trabalhista, o número de vagas, como tudo indica, será cada vez maior. Enquanto isso, Já conseguimos baixar os preços dos alimentos e aumentar o poder de compra dos brasileiros. Está mais barato para comer, para vestir, pra morar. Está mais barato para viver”, disse.

O presidente voltou a destacar, mais uma vez, a liberação do Fundo de Garantia e do Pis/Pasep como forma de “ajudar milhares de famílias”. Outra ação que ganhou destaque no discurso foi a concessão de títulos de propriedade a assentados da reforma agrária.

Por fim, Temer agradeceu a Deus e disse que seu governo está “construindo um Brasil que abraça e cuida dos seus filhos”.

Feliz Natal

Que nesta noite de Natal, ao lado da sua família, você tenha toda certeza de que o Brasil que queremos e estamos construindo é o Brasil que abraça e cuida dos seus filhos. Vamos seguir em frente, sem jamais desistir. Muito obrigado. Um feliz Natal e boas festas a todos!

Publicado por Michel Temer em Domingo, 24 de dezembro de 2017

Fonte: Estadão