10/nov/2017 16h11

Neymar chora durante coletiva e é consolado pelo técnico Tite

Neymar pediu para pararem com acusações quanto a problemas internos no clube francês em que é atacante.

Emoção - 10/nov/2017 16h11

A situação de Neymar no Paris Saint-Germain é assunto no mundo inteiro. Ele está insatisfeito, não-adaptado, é ruim de vestiário na França?

As perguntas sobre isso tomaram a entrevista coletiva pós-vitória do Brasil sobre o Japão por 3 a 1 em Lille, e o atacante garantiu estar tudo bem no PSG.

Questionado, por exemplo, se já estava adaptado ao novo clube e à capital francesa, o atacante respondeu: “Já, a gente divide lá o som. Tem hora que os argentinos colocam o som, hora que os brasileiros, os franceses… O recebimento que tive no Paris foi muito grande. Todos me trataram com carinho e respeito. Isso me deixou muito feliz e querendo mais, de jogar com eles, enfim. Independente se tem brasileiros ou não”.

“Qualquer recepção em um novo lugar de trabalho é difícil, leva um tempo, mas depende das pessoas no clube, a adaptação pode ser mais rápida. E foi o que aconteceu comigo, me adaptei rápido. E as pessoas ficam inventando histórias, sou ser humano. Às vezes, acordo de mau humor, erro, mas estou aqui para aprender todos os dias. Tenho 25 anos, errei muitas vezes, vou errar ainda, mas tento melhorar. Estou muito tranquilo, feliz na seleção, clube, em casa”, afirmou.

Sentado ao seu lado para a entrevista coletiva, o técnico Tite pediu a palavra para sair em defesa de seu jogador. E o levou às lágrimas.

“Estamos há um ano e meio trabalhando juntos. Nos enfrentamos muito forte em equipes diferentes e sempre fomos muito leais. E as pessoas falavam que eu tinha problemas com Neymar. Cansei de ouvir isso. Posso falar, com a minha carreira, da personalidade e caráter que ele tem. Se ele tem problemas, tem a grandeza de direcionar num vestiário”, começou o treinador da seleção.

“Não somos perfeitos, somos seres humanos. Às vezes a gente reage de maneira errada, eu fiz isso. Mas temos que tomar cuidado para não generalizar, principalmente, com caráter e índole. E eu posso falar do caráter e a índole do Neymar, e do grande coração que ele tem”, falou Tite, fazendo o atacante chorar.

Fonte: ESPN