10/ago/2017 14h08

Chega em Goiânia aplicativo de transporte para mulheres

Serviço, que funciona como a Uber, tem apenas motoristas mulheres e atende também crianças desacompanhadas.

trânsito - 10/ago/2017 14h08

O aplicativo FemiTaxi, é a novidade da vez para os passageiros goianos, ou melhor, para as passageiras goianas. Isso mesmo, o aplicativo de transporte foi criado para atender exclusivamente mulheres e crianças desacompanhadas. A novidade, que chegou oficialmente a Goiânia nesta quarta-feira (9/8), tem versões para Android e iPhone.

O novo serviço de carros particulares, que terá sempre motoristas mulheres, pode ser solicitado na seção express do aplicativo. Quando você faz um chamado, tanto motoristas particulares quanto taxistas podem atender à solicitação, dependendo de quem estiver mais próxima.

Neste período inicial, o novo modo de pedir corridas no FemiTaxi oferece 20% de desconto para as usuárias e trabalha com o mesmo preço de táxis. Com isso, seja com taxista ou motorista particular, o valor a ser pago ao final da viagem será igual. Segundo Charles-Henry Calfat, CEO e idealizador do app, a proposta é unir esses profissionais, que já tiveram diversos confrontos por conta da regulamentação do Uber no Brasil.

“A ideia é que ambas as categorias possam trabalhar pacificamente, que seja vantajoso para as profissionais e que elas sejam valorizadas pelo trabalho que exercem”, disse, em nota, Calfat.

O site oficial do aplicativo afirma que “mulheres preferem ser guiadas por mulheres, isso torna a viagem prazerosa, divertida e repleta de novidades”.

Crianças desacompanhadas

A empresa ainda vem com uma proposta inovadora com serviço inédito no mundo que se chama “Crianças Desacompanhadas” destinado para os pais que procuram transportar suas crianças em total segurança, conforto, controle e tranquilidade.

Segundo o site do aplicativo, “os pais poderão acompanhar ao vivo, com uma câmera de dentro do táxi, sua criança, além de acompanhar no mapa a posição exata”. O serviço funcionará somente com agendamento. A criança não precisará levar dinheiro ou outro meio de pagamento, pois o transporte será pago automaticamente no cartão cadastrado no aplicativo.

Por: Gabriel Lima